Score de Crédito: consiga os melhores cartões

Anúncio
Anúncio

Você provavelmente já ouviu falar de Score de Crédito, pontuação da Serasa, pontuação de crédito do consumidor ou algo semelhante. Mas você sabe o que significa ou como funciona?

Se você solicitar o tão esperado cartão de crédito que lhe dará acesso às salas VIP e ganhar muitas milhas, a administradora do cartão pode aceitar ou rejeitar seu pedido.

Entenda como isso é feito e veja como você pode aumentar suas chances de conseguir a aprovação deste post.

Anúncio

O que é score de crédito?

A pontuação é uma pontuação de 0 a 1.000 que indica a probabilidade de um consumidor pagar suas contas em dia.

Anúncio

Essa métrica é usada por agências de proteção de crédito que ajudam as instituições financeiras a construir o perfil de risco de um cliente específico para oferecer as opções de crédito mais adequadas.

No Brasil, as principais empresas autorizadas pelo banco central a realizar a análise dos dados são Serasa Experian, Boa Vista SCPC, SPC Brasil e Quod.

Anúncio

Em termos práticos, a pontuação é como uma nota ou um currículo de sua vida financeira. Quanto mais alta for sua pontuação, maior será a probabilidade de você cumprir com suas obrigações financeiras.

E quanto menor for, mais provável é que você não os acerte. Mas acalme-se, se sua pontuação for baixa, isso não significa que você é um caloteiro ou algo assim, mas a empresa pode vê-lo como um devedor de maior risco e cobrar taxas de juros mais altas.

Anúncio

Como calcular o score de crédito?

Existem muitos mitos circulando na internet sobre como as empresas avaliam as pessoas.

Anúncio

A verdade é que a pontuação é um cálculo estatístico baseado nas informações financeiras que cada agência possui sobre o consumidor, tais como: B. Dados cadastrais e comportamentais.

É importante observar que cada agência usa fórmulas estatísticas e bancos de dados diferentes.

Então é normal que sua pontuação no Serasa, por exemplo, seja diferente da sua pontuação no Boa Vista.

Anúncio
Anúncio

As informações comportamentais levam em consideração os hábitos financeiros do consumidor, tais como: a regularidade dos pagamentos no prazo, o grau de relacionamento com o mercado, a quantidade de serviços financeiros contratualmente pactuados, a participação em empresas e outros fatores.

As empresas não levam em consideração dados como renda do consumidor e saldos bancários.

As empresas não fornecem ao consumidor informações detalhadas sobre como calcular as notas, mas relatam os critérios que são levados em consideração.

Anúncio

No caso de uma pontuação baixa, por exemplo, o usuário pode perguntar se isso se deve a um sinistro pendente, à frequência de atrasos nos pagamentos ou à falta de dados mais positivos.

Anúncio

Como aumentar seu score para conseguir os melhores cartões

Um bom crédito é essencial ao comprar um carro, bem como ao solicitar um empréstimo em uma loja de roupas.

Existem várias dicas que você pode seguir para manter um bom crédito. Aqui estão alguns dos seguintes:

1. Limpe seu nome

Depois de verificar sua pontuação, verifique também se há dívidas ou protestos em seu nome.

 Muitas pessoas estão endividadas sem perceber. Pode ser uma conta de luz ou de cartão de crédito de uma empresa que foi perdida e você se esqueceu de pagar.

Encontre empresas que tenham valores pendentes e negocie o pagamento.

Quanto antes você excluí-los, mais rápido seu nome será excluído e isso afetará sua pontuação.

Para dívidas antigas, algumas empresas podem até oferecer bons descontos para incentivá-lo a saldá-las.

2. Mantenha seus dados atualizados

As agências de proteção ao crédito fornecem canais que os consumidores podem usar para atualizar seu endereço residencial, número de telefone e e-mail de contato.

A atualização dessas informações mostra que caso as empresas precisem entrar em contato com você, você está disponível.

Se você mudar de nome ou endereço devido a casamento ou separação, atualize suas informações o mais rápido possível.

3. Utilize seu crédito com sabedoria

Se precisar de um empréstimo, verifique as opções de mercado. A diferença entre a taxa de juros cobrada, por exemplo, no cheque especial e no empréstimo salarial é enorme.

Evite fazer um empréstimo para pagar um empréstimo mais antigo.

Hoje somos bombardeados com anúncios de empréstimos fáceis, rápidos e descomplicados, mas essas opções costumam ser as mais caras e devem ser evitadas a todo custo.

Anúncio
Anúncio